terça-feira, junho 28, 2011

Decadência moral + Tiroteio nas escolas = Desarmamento dos cidadãos, por quê?


A maioria dos últimos incidentes envolvendo cidadãos com distúrbios mentais que mataram pessoas inocentes ainda está causando repercussões pelo mundo e, como era de se esperar, mais clamores condenando as terríveis armas que foram usadas estão sendo ouvidos.

Durante muitos séculos, a maioria das grandes nações do mundo baseou suas leis e padrões morais nos princípios bíblicos; os Dez Mandamentos eram literalmente a espinha dorsal dos sistemas judiciais. A Bíblia Sagrada determinava o que era considerado certo ou errado, e os Estados Unidos da América atingiram o ápice de sua grandeza guiados por esse princípio. A Palavra de Yaohu servia como a bússola moral e dava a palavra final nas decisões difíceis e nas considerações éticas.

A história mostra que a Bíblia serviu bem ao país, mas, por razões que poucos parecem compreender, os EUA e o mundo, perderam sua âncora moral e estão flutuando à mercê do vento e das ondas. As orações foram proibidas nas escolas, e homens intelectualmente desonestos usam a separação entre igreja e Estado para camuflar suas verdadeiras intenções. Você sabia que quase 100% das maiores e mais conceituadas instituições de ensino superior dos EUA foram originalmente fundadas como escolas cristãs? 

Esses homens desonestos sabem muito bem que os pais fundadores dos EUA queriam impedir que o Estado interferisse na igreja, e não o contrário! A Constituição dos EUA garante liberdade de religião, não liberdade da religião! Os EUA foram fundados como uma República Representativa, uma forma de governo em que "estadistas" eleitos — representantes confiáveis que fariam o que seria o correto, e não o que seria conveniente — serviriam ao país por causa da honra do cargo, não por causa do dinheiro. Estamos vendo essa República representativa se degenerar, transformando-se em uma democracia "governada pela maioria", e depois "governada pelos Illuminati". A história está repleta de registros de antigas democracias, porque elas duram somente até que cada grupo social ou de interesses descubra que pode obter vastas quantias do dinheiro público por meio do domínio político.

O que estou me propondo a lhe dizer não é popular hoje em dia e, francamente, duvido que muitos sequer ouvirão.

Os tiroteios nas escolas são apenas um sintoma da moral em queda livre da sociedade atual. Cidadãos inocentes de uma sociedade próspera, onde não existem absolutos morais e nem figuras paternas de autoridade, são as vítimas, tanto como alvejados quanto atiradores! O que podemos esperar de verdade quando crianças praticamente se criam sozinhas? Usamos a televisão como babá até que as crianças sejam grandes o bastante para se sentarem diante de um computador e, então, ter acesso irrestrito à Internet, onde até adultos são enganados por vilões inescrupulosos. Se você acha que seus filhos adolescentes estão bem apenas porque não lhe causaram nenhum problema, pode estar prestes a receber uma surpresa bem desagradável! As crianças de hoje, de um modo geral, não sentem um temor saudável pelos pais, na maior parte das vezes porque a punição física foi colocada como prejudicial à psiquê delicada das crianças. Minha pequena psiquê recebia algumas chineladas sempre que eu me desviava do caminho correto e, na verdade, guardo as lembranças de meus pais me amando o bastante para me disciplinar. Você pode ficar espantado ao ver o quanto a Bíblia tem a dizer sobre castigar os filhos. O livro de Provérbios contém a sabedoria destilada dos antigos sobre diversos temas, e a disciplina dos filhos também é mencionada. Por exemplo, veja o que encontramos:

"O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga." [Provérbios 13:24].

"O tolo despreza a instrução de seu pai, mas o que observa a repreensão se haverá prudentemente." [Provérbios 15:5].

"Castiga o teu filho enquanto há esperança, mas não deixes que o teu ânimo se exalte até o matar." [Provérbios 19:18].

"Os vergões das feridas são a purificação dos maus, como também as pancadas que penetram até o mais íntimo do ventre." [Provérbios 20:30].

"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele." [Provérbios 22:6].

"A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da correção a afugentará dela." [Provérbios 22:15].

"Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma do inferno." [Provérbios 23:13-14].

"A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe." [Provérbios 29:15].

"Castiga o teu filho, e te dará descanso; e dará delícias à tua alma." [Provérbios 29:17].

Minha paciência é bem curta com aqueles que discordam desse claro ensino da Palavra de Yaohu. Não estamos falando sobre brutalidade aqui; a recomendação bíblica é infligir uma dor limitada de modo a garantir a obediência. As crianças nascem com uma vontade própria e, a não ser que essa vontade seja rapidamente endireitada pelas diretrizes dos pais, a criança acabará por governar a casa! Costumo dizer que "Se você fizer da forma correta, não precisará repetir muitas vezes!" Disciplinar com amor trará grandes benefícios para a vida de seus filhos. Ignore isto e você provavelmente passará o resto da vida se arrependendo.

Temos agora a segunda geração de crianças que estão se beneficiando (?) de pessoas notáveis como o Dr. Benjamin Spock, o pediatra solteirão que, com seus livros, quase revolucionou sozinho a educação infantil nos EUA. Ele entendia tanto de educação infantil quanto um porco sabe sobre selas, mas isso não o impediu de disseminar sua ignorância. Por alguma razão inexplicável, as mães jovens e facilmente impressionáveis se apegaram às suas ideias como se ele tivesse inventado a maternidade! Os resultados foram trágicos, porque ele codificou o que se tornou um mantra, que os filhos nunca devem ser castigados. Sou o primeiro a dizer que alguns são muito mais fáceis de disciplinar do que outros, e alguns raramente, ou até mesmo nunca, precisam ser castigados. No entanto, algumas crianças são mesmo um terror e, mesmo apanhando, demoram um bom tempo para submeter sua vontade à dos pais.

Jovens com muito tempo livre, muito dinheiro e quase nenhuma responsabilidade são uma receita para o desastre, sob a melhor das circunstâncias. Adicione a isto uma quase que total ausência de fundamentos morais, uma subcultura niilista, letras de músicas de inspiração demoníaca e corruptoras da mente, a habitual mistura de drogas e álcool, e então polvilhe generosamente com o velho conflito entre os "tiroteios no campus X os esquisitões" e pronto, temos outra desculpa para perder totalmente de vista a floresta por causa das árvores.

No período de tempo entre a decisão da Suprema Corte dos EUA de proibir as orações nas escolas públicas (1963) até aproximadamente 1990, as estatísticas mostram os seguintes aumentos assustadores nos tipos de comportamentos indesejáveis listados abaixo:
Gravidez entre meninas de 10 a 14 anos: +553%
Índice de suicídios entre jovens de 15 a 24 anos: +102%;
Evasão escolar: +650%.
Divórcios: +140%.
Crimes violentos: +160%.
Doenças sexualmente transmissíveis: +148%.
Consumo de álcool por pessoa: +24%.

É preciso admitir que temos de ser muito cuidadosos ao tirar conclusões somente a partir de análises estatísticas, porque as estatísticas podem ser manipuladas. Mas esses números mostram claramente uma tendência alarmante e a correlação é evidente. A não ser que as pessoas despertem e entendam o que está acontecendo e façam um esforço significativo para restabelecer os princípios morais baseados na Bíblia, provavelmente coisas muito piores virão! Existe uma geração inteira de crianças privadas de valores morais que está espalhada pelo mundo, e apenas Yaohu sabe o que amanhã trará.

É um tremendo absurdo lançar a culpa dessas tragédias na disponibilidade dos instrumentos inanimados [armas] que foram usados para tirar a vida das pessoas, e vamos usar uma ilustração ridícula para enfatizar isso. Imagine que em vez de armas de fogo, esses jovens estivessem usando veículos utilitários esportivos para passar por cima dos carros menores e matar seus ocupantes. Você acha que a sociedade exigiria histericamente a proibição dos veículos utilitários esportivos? Não, isso seria improvável.

É claro que sei que o objetivo primário das armas é o de matar, daí a má fama delas. A noção de violência e de tirar vidas obscurece qualquer possibilidade de bem aos olhos de muitos no que diz respeito às armas. Para eles, a remoção completa de armas da população em geral seria motivo para comemoração. Mas não vivemos em um mundo perfeito e existem outras considerações muito sérias envolvendo essa questão, e a autodefesa não é a menor delas. A caça, o tiro ao alvo e outros aspectos "recreativos" das armas de fogo são importantes para muitos, mas não é o propósito deste artigo discuti-los.
Um GOVERNO É INIMIGO EM POTENCIAL DO POVO! O direito de portar armas é uma proteção preciosa para evitar que o próprio governo se torne muito grande, poderoso e opressivo! Se você acha que isso nunca acontecerá, eu o aconselho a estudar um pouco a história. Isso aconteceu várias e várias vezes, e está bem encaminhado para acontecer Novamente!

Adolf Hitler conseguiu confiscar as armas do povo alemão durante sua ascensão ao poder e foi o protótipo do ditador que pode tomar o controle de um país sem disparar um único tiro! O livro mostrado aqui à esquerda, traz o registro da bem-sucedida apreensão de armas que Hitler fez na Alemanha e compara com a legislação americana, principalmente de 1968. Você ficará chocado ao perceber como os EUA estão percorrendo exatamente o mesmo caminho que a Alemanha nazista!

É muito interessante que quando a Alemanha estava bombardeando a Inglaterra no início da Segunda Guerra Mundial e ameaçando invadi-la, os cidadãos ingleses enfrentavam um dilema. Seu governo os havia desarmado durante os anos 1930 e eles não tinham nada a não ser porretes, enxadas e forçados para lutar! Os "pistoleiros fora da lei do Velho Oeste americano" enviaram muitos carregamentos de armas e munições que lhes permitiram rearmar a população e fazer Hitler pensar duas vezes sobre seus planos de invasão!
É um fato que a Suíça requer que cada cidadão fisicamente capaz seja um membro em potencial do seu Exército, mantenha armas de assalto em casa e seja capaz de manejá-las corretamente. Toda a população está armada até aos dentes. No entanto, estatisticamente, eles estão entre os povos mais ordeiros do mundo. Por que você acha que isso é assim? Será que eles não sabem quão terríveis essas armas são? Como a frase tão batida diz: "As armas não matam; as pessoas é quem matam."

Atualmente, estamos no meio de uma crise que por fim decidirá o destino do mundo. Ou a população vai despertar das presentes realidades morais e espirituais e agir para corrigi-las, ou então continuará a ouvir os esforços hipnóticos da propaganda manipulada do governo e continuar enterrando os inocentes. A eliminação completa das armas não removerá a fonte do problema, só vai tornar os assassinatos menos eficientes! Uma bomba caseira feita com cano de PVC detonada num ginásio de esportes lotado sem dúvida mataria e mutilaria mais pessoas do que os tiroteios recentes. Será que os tubos de PVC serão os próximos a serem proibidos? Ninguém mata uma cobra cortando apenas sua cauda.

Quando o presidente Clinton perguntou retoricamente por que nada foi feito que pudesse ter evitado o tiroteio na Escola Columbine, deixou a impressão que nada lógico ou fácil poderia ter sido feito. Discordo do presidente. Acredito que se o diretor daquela escola tivesse doze espingardas e várias pistolas trancadas em seu escritório, com professores selecionados que soubessem manejá-las, aqueles rapazes atiradores punks provavelmente não a teriam invadido.

Mesmo se os atiradores tivessem decidido invadir a escola, teriam primeiro de se apoderar das armas, dando assim tempo e oportunidade suficientes para os estudantes fugirem e para a Polícia e seu Grupo de Operações Especiais chegarem e agirem. As estatísticas mostram várias e várias vezes, que atiradores em potencial evitam alvos que acreditam estarem armados, preferindo atacar alvos desarmados.

Todo esse triste episódio de o governo tentar usar os assassinatos recentes como um meio de confiscar nossas armas, deveria ser suficiente para despertar todo cidadão consciente de hoje. Os governos são iluministas, e marcham de acordo com o Plano de escravizar o mundo inteiro e então entregar o poder ao Anticristo. O tempo para isso está se aproximando rapidamente. Confiscar as armas apenas tornará essa subjugação ainda mais fácil de realizar! Lembre-se: a história prova que o maior inimigo da liberdade de um povo é seu próprio governo, quando este não tem limites naquilo que pode fazer.

0 comentários :

Blogger Template by Clairvo