quinta-feira, julho 14, 2011

Banqueiros de Wall Street Agora Vendem Planos de Morte!

Quando a bolha do mercado de commodities de Wall Street entrou em colapso no ano passado, perguntei se a próxima bolha poderia estar nos órgãos humanos securitizados. Wall Street procuraria em todo o mundo órgãos transplantáveis, mantendo-os armazenados e resfriados como garantia para títulos vendidos para dinheiro gerenciado, como os fundos de pensão. Logicamente, isso deveria ser uma história apócrifa sobre 'banquesteres' (um termo cunhado combinando-se as palavras "banqueiros" e "gângsteres") não-regulados enlouquecidos. Mas, como o NYT reporta, Wall Street realmente está caminhando para as apostas do mercado em morte.

Isto simplesmente faz sentido! Os barões em Wall Street são os mesmos líderes dos Illuminati que estão planejando uma redução populacional global de 66% (dois terços), ou quatro bilhões de pessoas. Eles sabem que o Plano deles prevê que o Cristo maçônico (o Anticristo) "purificará" a Terra de sua população em excesso! Além disso, eles sabem que o tempo para o aparecimento dele está muito próximo.

Portanto, por que não criar uma situação de mercado em que eles possam ganhar dinheiro com números imensos de pessoas sofrendo uma morte prematura? Por que não criar uma brutal "aposta do mercado em mortes"?

Vamos agora ver como Wall Street está planejando lucrar com o grande número de mortes em um futuro próximo!

"Os 'banquesteres' compram apólices de seguro de vida, juntam e consolidam diversas delas e vendem títulos que permitem aos gerentes financeiros apostarem que a "garantia" subjacente (os seres humanos) morrerão uma morte prematura... Este é apenas o esquema mais recente de Wall Street para lucrar com a morte, é lógico. Eles estão anunciando Credit Default Swaps (NT: um contrato derivativo de crédito em que o comprador efetua pagamentos periódicos ao vendedor e, em retorno, recebe um pagamento se um instrumento financeiro se tornar inadimplente; fonte: Wikipedia) que permitem ao investidor apostar na morte de firmas, cidades, e até nações. A especulação no mercado de futuros de commodities promovida pelo Goldman Sachs (NYSE:GS) causou fome e morte em todo o mundo quando houve a forte elevação dos preços dos produtos agrícolas (junto com o preço da gasolina) entre 2004 e 2008. Mas agora, a Goldman irá lucrar diretamente com as mortes."

Se você não estiver familiarizado com o banco Goldman Sachs, ele é controlado pelo Conselho das Relações Internacionais (o CFR, de Council on Foreign Relations) e é uma grande força na implementação das transformações que os Illuminati querem criar nos mercados financeiros.

Agora, vamos retornar à nossa matéria de notícias sobre como Wall Street está planejando ganhar muito dinheiro quando muitas pessoas morrerem prematuramente.


"Eis aqui como funciona. O Goldman Sachs coloca em um pacote diversas apólices de seguro de vida de indivíduos com uma variedade de doenças: AIDS, leucemia, câncer nos pulmões, doença cardíaca, câncer no seio, diabetes, e Mal de Alzheimer. A ideia é diversificar com muitas doenças para proteger os 'investidores' do horror de uma cura ser encontrada para um ou mais desses problemas — prolongando a vida e reduzindo os lucros. Essas apólices são a garantia que está por trás dos títulos avaliados pelas mesmas agências de classificação de riscos que pensaram que a hipotecas de alto risco deveriam ser tão seguras quanto os títulos emitidos pelo Tesouro dos EUA. Os investidores compram os títulos, pagando comissões aos originadores de Wall Street. Os seres humanos subjacentes que foram 'colateralizados' (dados como garantia) recebem um pagamento único. Os possuidores dos títulos pagam os prêmios do seguro de vida até que o 'colateral' morra, quando então eles recebem os benefícios da morte. Naturalmente, os gerentes financeiros preferem que a morte ocorra cedo, e não tarde."

Em outras palavras, o Goldman Sachs compra uma apólice de seguro de vida que vale, digamos, 500 mil dólares, mas oferece ao detentor do seguro um pagamento à vista de 100 mil dólares; logicamente, o Goldman Sachs continuará a pagar os prêmios (as mensalidades do seguro) enquanto o segurado estiver vivo. Quando o "colateral humano" morrer, então o Goldman Sachs receberá os 500 mil dólares. Obviamente, quanto mais cedo o segurado morrer, mas dinheiro a Goldman Sachs ganhará! Esse plano incrivelmente macabro precisa na verdade que a vasta maioria das pessoas morra antes do tempo! Na verdade, a pressão sobre o Goldman Sachs para que essas pessoas morram prematuramente poderá ser tão grande que a companhia poderá tomar medidas para garantir uma morte precoce — em uma escala maciça. Mas, você protesta, como poderiam esses barões ambiciosos e inescrupulosos do mercado financeiro fazer um número enorme de pessoas morrer antes da hora?

Tudo o que os líderes do Goldman Sachs teriam de fazer é telefonar para seus colegas no CFR e fazê-los iniciar uma guerra, ou lançar uma praga — duas coisas que eles planejam mesmo fazer! Separe um tempo para ler essa extensa lista de relacionamentos incestuosos que o CFR implementou entre governo, empresas e líderes da mídia de massa. Você descobrirá então, para seu horror, que é possível para um membro empresarial do CFR pedir para outro membro, que está no governo, um grande favor — iniciar aquela guerra planejada ou aquela praga planejada, agora!Retornando novamente ao artigo em análise:

"Os riscos morais são abundantes. Há uma razão fundamental por que não é possível para você fazer um seguro de vida para a casa do seu vizinho: você teria um grande interesse em ver aquela casa pegar fogo. Se você fosse o beneficiário de uma apólice de seguro de vida de seu vizinho, provavelmente não o advertiria se visse alguns parafusos frouxos nas rodas de seu automóvel Volvo. Mas, se você perdesse seu emprego e não fosse uma pessoa suficientemente ética, poderia até mesmo afrouxar você mesmo aqueles parafusos."

Já dissemos em outros artigos anteriores que os líderes dos planos dos Illuminati planejam ganhar muito dinheiro à medida que se encaminham para a Nova Ordem Mundial. Entretanto, você está vendo o mais incomum método de ganhar uma montanha de dinheiro.

"Imagine o golpe nas carteiras de investimentos de morte securitizada se a Assistência Universal à Saúde passasse pelo Congresso."

Essa afirmação implica que Wall Street terá influência para impedir um plano de saúde "opção pública" do governo, que tiraria do mercado as empresas privadas de saúde. Entretanto, a Cutting Edge acredita que o sistema de saúde planejado será um pouco diferente. Como o Plano prevê que toda a economia faça a transição para um Sistema Fascista, em que a propriedade das empresas permanece oficialmente em mãos privadas, mas é rigidamente regulada pelo governo, achamos que o Plano de Assistência à Saúde que está tramitando no Congresso também seja fascista. Em outras palavras, as empresas seguradoras privadas continuarão a operar, porém serão rigidamente controladas pelo governo. Este artigo de notícias também levanta outro problema:

"Ou os esforços de Wall Street de manter novas drogas milagrosas fora do mercado se elas forem capazes de estender a vida do 'colateral' humano. Quem sabe, talvez o próximo produto de investimento dos 'banquesteres' serão gângsteres no ramo de garantir que as vidas não excedam as estimativas das tabelas atuariais?" Impossível? você diz?

"Se você acha que tudo isso é exagero, talvez seja por que não esteja prestando atenção. Desde a admoestação de Charles Keating para sua equipe de vendas que as frágeis, humildes e ignorantes viúvas idosas sempre são bons alvos... sabemos que o desprezo de Wall Street pelo resto de nós não conhece limites."

De fato, os Illuminati têm uma visão horrível da humanidade. Leia novamente alguns excertos do livro de Bill Cooper, um autor de Nova Era:

"A solução para os problemas atuais requer uma abordagem que é implacavelmente cândida, sem agonizar por causa de valores religiosos, morais ou culturais." [Behold a Pale Horse, pág. 37].

"Aqueles que não usam seus cérebros não são melhores do que aqueles que não têm cérebro, de modo que em uma família assim, pai, mãe, filho e filha, tornam-se bestas de carga úteis, ou treinadores de bestas." [pág. 64].

"Manter o público atarefado, atarefado, sem tempo para pensar; de volta à fazenda com os outros animais." [pág. 57].

"Manter o público indisciplinado e ignorante dos princípios básicos dos sistemas por um lado, e ao mesmo tempo mantê-lo confuso, desorganizado e distraído por questões irrelevantes."

"A regra geral é que há lucro na confusão; quanto mais confusão, maiores os lucros. Portanto, a melhor abordagem é criar problemas e então oferecer as soluções."

Esta última afirmação também é chamada de "Luta Dialética", em que os Illuminati primeiro criam uma crise terrível e depois se apresentam para acalmar o público com um plano que eles criaram com muita antecedência, um plano que lhes permite implementar as grandes mudanças que eles sempre desejaram desde o princípio. Se o Goldman Sachs puder implementar seu esquema infame, qual será o provável resultado?

"Se o mercado financeiro em Wall Street for bem-sucedido nesse esquema, provavelmente levará à falência as companhias que oferecem seguros de vida... A reforma do sistema financeiro dos EUA não é nem possível, nem seria suficiente. Como qualquer estudante de filmes de terror sabe, não é possível reformar vampiros e zumbis. Eles precisam ser mortos (estacas atravessando o coração dos vampiros de Wall Street e balas na cabeça dos bancos zumbis)."

A Bíblia nos diz como é possível esse tipo de esquema monstruoso, que friamente calcula quantas pessoas precisam morrer prematuramente de modo a fazê-lo funcionar:

"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores." [1 Timóteo 6:10].

Como a vindoura Nova Ordem Mundial forçará o nível mais alto de iniquidade no mundo em toda a história humana, não devemos esperar que sua implementação resulte no nível mais alto de malignidade? É claro que sim. Esta história revela a natureza brutal dos Illuminati que estão no controle de nossas vidas, de nossos empregos e da nossa "busca da felicidade".

E eles pretendem provocar o colapso de tudo no momento certo, de modo a estabelecer o reinado do Cristo maçônico (o Anticristo). Fonte: espada.

0 comentários :

Blogger Template by Clairvo