segunda-feira, junho 04, 2012

Evangélicos, usurpadores bíblicos!


A Palavra do Criador, encontrada na Bíblia, é explícita ao afirmar que, porquanto, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Salvador Yaohushua, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro;

É melhor, então, não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviar-se do santo mandamento que lhes fora dado;

“Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.” [2Pedro 2]

E porque afirmar isto? É inconcebível crer que os evangélicos se contentam com as coisas materiais apresentadas pelos seus gurus (pastores, apóstolos, bispos) religiosos, coisas desprezíveis e mínimas, diante da glória que o Pai Celeste nos preparou deste a fundação do mundo [Mateus 25.34];

Dia após dia, fileiras de evangélicos dirigem-se a igreja instituição (igrejas físicas, evangélicas) dizendo “irem a igreja” para o culto (na verdade, liturgia), sentam nos bancos, em geral não conhecem os indivíduos a sua volta, escutam musiquinhas religiosas, dão gritinhos (muitos rodopiam e pulam como cabritos), e por fim, ouvem uma pregação desungida.

Pelo ensino precário que recebem, instruções, lições limitadas pelo “dono” da igreja instituição (por que não podem saber muito da Bíblia), somente aprendem o necessário para viverem alienados; e assim, saem (de vez em quando) em peregrinação divulgando a Cristo, porém, não possuindo muito o que dizer (por falta de entendimento), convidam o ouvinte a irem no domingo ao culto (liturgia) de “sua” igreja instituição (denominações evangélicas) para que o pastor possa dar a extrema unção evangélica.

Certamente, a maioria dos evangélicos, mesmo sendo frequentadores assíduos da igreja instituição (igrejas físicas), estão distantes do Pai; no conhecimento precário da Palavra, por que recebem, ouvem a Palavra (como entre espinhos, pois, os donos das igrejas instituições, seus pastores, retêm a verdade em sofisma, crendices, filosofias), e os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando nos corações evangélicos, sufocam a Palavra, e fica infrutífera [Marcos 4].

Os evangélicos tornam-se felizes com as musiquetas evangélicas (músicas de igrejas), gastando fortunas com cd’s, livros religiosos, e no enriquecimento de charlatões da fé;

A grande verdade, é que os evangélicos têm usurpado de tudo o que se refere a Bíblia; aprendem da Palavra, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade [2Timóteo 3].

Tornaram-se "protestantes", usurpando de Lutero, que protestou foi contra o sistema católico, e não deixou o catolicismo (conheço uma instituição religiosa que tem como placa o seguinte: IGREJA EVANGÉLICA LUTERANA, vejam o engano, por que Lutero nunca foi evangélico).

Os evangélicos usurpam das dádivas celestes pois tem abençoado para enriquecer homens religiosos, deveriam estar abençoando os menos favorecidos, os pobres e necessitados como ordenança divina, mas, entregam suas ofertas para homens e de suas instituições religiosas...

Os lideres (pastores, bispos, apóstolos) dos evangélicos usurpam do suor de rostos alheios...

Os evangélicos usurpam das passagens bíblicas nas promessas de Yaohu a nação eleita de Israel (Antigo Testamento), como forma de promessas a si mesmos, menosprezando a fé, o amor, a caridade, o juízo...

Os evangélicos e seus lideres usurpam do termo 'congregar', como forma de obrigar as pessoas a irem aos “templos”, sujeitando o termo 'CONGREGANDO' como sendo reunir em um local com placa de “igreja”, entretanto, este termo em Hebreus 10.25 refere-se ao relacionamento entre irmãos em Cristo, a comunhão que há em Cristo, por que não é necessários rituais, liturgias, roupas ou até mesmo um lugar específico para se congregar, é necessário, sim, haver pessoas que compartilham da mesma fé...

Pela maioria dos evangélicos muitos dos desigrejados são retalhados, escarnecidos, agredidos com citações bíblicas, injuriados com mentiras que desviaram do evangelho, pelos simples fato de que em muitos dos casos encontrados na igreja instituição (igrejas físicas, evangélicas e outras) preferem os desigrejados viver sozinhos, por vezes, reúnem-se em seus lares somente com seus familiares ou com alguns poucos irmãos; ora, relatos bíblicos nos testificam que muitos servos do Criador passaram longos períodos sozinhos e nem por isso a Palavra diz que estivessem desviados.

Em verdade, não há relatos na Palavra (contida na Bíblia) que testifica que alguém desviou por haver deixado de congregar em uma igreja instituição (igrejas físicas, evangélicas e outras); mesmo por que, não existem relatos bíblicos sobre a questão de “lugares” (inclusive com placas de “igrejas”), há sim, que o templo de Yaohu são os crentes professos em Cristo, a Sua Igreja. 

Eis a pregação que a liderança religiosa da igreja instituição (igrejas físicas, evangélicas e outras) não tem ousadia de anunciar aos evangélicos (seus financiadores):

16 Yaohu [Pai] amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. [João cap. 3]

7 Pois que, nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele;

8 tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.

9 Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição.

10 Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. [I Timóteo cap. 6]
Amém!

Um comentário :

  1. Ninguém ousou comentar nada em contrário. A verdade é a verdade. Só estou comentando e reafirmando tudo o que está escrito acima. Belo artigo!
    Vou divulgar este texto. Muitos são os enganados e os enganadores.

    ResponderExcluir

Blogger Template by Clairvo