sexta-feira, março 22, 2013

Estaria o Exército Israelense equipando seus Tanques com o Escudo Escalar do Domo de Tesla?

Teria Israel enviado seus tanques ao Líbano sem o escudo escalar protetor por que subestimou a capacidade do Hezbollah? Os tanques estão agora sendo equipados com o escudo escalar do Domo de Tesla, que os protegerá dos eficientes mísseis portáteis antitanque de fabricação russa.

Introdução

Quando a Cutting Edge publicou os artigos sobre os armamentos escalares russos e israelenses em meados de 2004, muitas pessoas ficaram céticas. Elas acharam difícil acreditar que esse armamento fantástico poderia realmente existir, enquanto outras acharam difícil acreditar que a capacidade dos EUA em armamentos de ondas eletromagnéticas era inferior à capacidade dos russos. Este último grupo tinha aceito a propaganda que a tecnologia norte-americana era superior à russa em todos os aspectos e, portanto, sugerir que os russos estavam mais adiantados tecnologicamente era incentivar a total descrença.

Entretanto, o vídeo que estamos prestes a mostrar, mais suas ilustrações-chave confirmam os principais elementos dos nossos artigos de dois anos atrás.

Descrição da Tecnologia

A mídia de massa está nos dizendo há mais de uma década que os EUA são a única superpotência do mundo, agora que a URSS foi desmantelada. Já vimos muitos artigos falarem com jactância de todas as armas que temos e que poderemos usar contra nossos inimigos; algumas dessas armas não existiam em 11/9/2001.

A poderosa implicação é que os EUA são a mais forte e poderosa força militar do mundo. Se qualquer país se atrever a se opor aos EUA, poderá sentir o chicote do poderio militar norte-americano. Como o presidente Bush já disse muitas vezes: "Se eles não estiverem conosco, estarão contra nós."

O primeiro segmento deste artigo lidará com um assunto muito chocante: Os EUA não possuem a mais poderosa e mais avançada tecnologia de armamentos do mundo! Inimigos dos EUA têm esse tipo de tecnologia! Pelo menos cinco países no mundo possuem o tipo de tecnologia que pode submeter as forças militares americanas à aniquilação em algumas poucas horas, se decidirem lançá-las contra nós!"A América Queimará no Fogo!".

Neste artigo, falaremos de um desses sistemas bélicos: a tecnologia dos armamentos escalares. Obteremos muitas das nossas informações de um livro chamado Oblivion, escrito pelo tenente-coronel Thomas E. Beardon.

Antes, porém, queremos citar o coronel Byron Weeks, da reserva da Força Aérea, em uma advertência que fez em 5 de outubro de 2002; publicamos os comentários dele na seção Daily News Updates, não uma, mas várias vezes. Veja o que disse o coronel Weeks:

"A assim-chamada América Imperial muito provavelmente não tem os meios de apoiar suas várias tentativas de controlar o mundo. Somos mais fracos agora do que nunca antes. As bravatas de Bush são vazias e, mesmo que tenhamos o canhão de Tesla, a Rússia e a China também o têm, e a Rússia tem armas escalares eletromagnéticas há mais tempo — tempo suficiente para ter experimentado e testado várias formas delas muitas vezes. Mas embora evidentemente os EUA tenham alguns armamentos energizados por HAARP, o físico e tenente-coronel Thomas Beardon diz que não temos muito, se é que temos, e nossos armamentos escalares ainda não estão prontos para serem usados eficientemente..."

"Se atacadas, nossas forças terrestres estarão tão vulneráveis quanto patinhos sentados, lá no deserto árido e quente, e sem ter aonde se esconder. As cidades e os antigos sistemas ABM não nos protegerão. Se atacarmos o Iraque, o que agora parece ser inevitável, podemos esperar sermos atacados por todos os lados, com bombas nucleares, EMPs, e ondas do interferômetro eletromagnético longitudinal que virão sobre nós como fogo do céu. A América queimará no fogo..."

"A América queimará no fogo"

O armamento escalar são ondas eletromagnéticas emitidas por meio de antenas de rádio construídas de uma forma especial. Embora os EUA tenham construído antenas HAARP quase uma década atrás, essa tecnologia é evidentemente inferior à tecnologia russa e pode representar um gigantesco esforço para "alcançar" o armamento russo. Veja o que diz o coronel Beardon:

"Já há algum tempo, a Rússia e vários outros países possuem armas altamente avançadas 'eletromagnética-estendida' (energética) de um tipo totalmente novo, usando uma teoria da eletrodinâmica grandemente aprimorada... A maioria dessas armas energéticas é mais avançada do que aquilo que anteriormente foi conhecido pelas comunidades militares, de inteligência e científicas dos EUA... Um grande fator de contribuição que retardou os EUA é que os fundamentos imprecisos da teoria de Maxwell, de 1865, não foram alterados pela comunidade científica ocidental."

"Com os EUA substancialmente atrasados nessas 'novas' superarmas estratégicas, um novo Projeto Manhattan parece ser aconselhável e garantido... Um sério desenvolvimento que ocorreu anteriormente neste ano (2002) foi o emprego pela China das armas de potencial quântico (QP) e as armas de pulso de energia eletromagnética negativa (EMP) — um tipo que originalmente chamávamos de MindSnapper para disfarçar sua verdadeira natureza. As armas de potencial quântico são as armas dominantes no mundo atualmente, seguidas de perto pelo armamento de energia eletromagnética negativa... Não podemos ter certeza de quantos países já têm o armamento de energia EMP negativa, mas são pelo menos cinco... Os EUA ainda estão bem atrasados..." [Fer De Lance, págs. 4-5].

Essa informação é surpreendente, e confirma a desesperada advertência do coronel Byron Weeks, feita em 5 de outubro de 2002. "A América queimará no fogo", ele diz, porque não tem os armamentos mais poderosos do mundo; não tem os armamentos para suportar as bravatas do presidente Bush, do Secretário de Defesa Rumsfeld e do Subsecretário da Defesa Wolfowitz.

Na verdade, desde 1985, quando a Rússia começou a testar seus novos armamentos, seus cientistas e militares fizeram vários testes contra aviões e mísseis, e observaram atentamente as reações americanas. O coronel Beardon disse: "Novamente, a reação dos britânicos — e dos EUA também — foi conforme prevista. Novamente, mostramos que não sabíamos nada a respeito do armamento escalar eletromagnético, e que não reconhecíamos um quando encontrávamos seus efeitos." [Fer De Lance, pág. 271].


O coronel Weeks descreveu um determinado tipo de arma chamado Domo de Tesla. Neste ponto, vamos mostrar para você o que é um Domo de Tesla, como funciona, e por que é tão importante ter um deles no campo de batalha hoje. Você descobrirá que nenhuma frota deve partir se os cientistas não puderem empregar um Domo de Tesla eficiente; nenhum exército deve marchar e nenhuma força aérea deve ser acionada sem esse Domo.

Como você pode ver com as informações na parte de baixo da gravura, essa é uma ilustração de um teste que os russos fizeram em 1986 sobre Atlanta, na Geórgia, durante um período de tempo não especificado. Vamos acompanhar a explicação detalhada do coronel Beardon:

"Em 12 de novembro de 1986, os soviéticos chegaram a colocar um 'falso escudo' gigante sobre Atlanta, na Geórgia. Se o escudo tivesse sido real e não apenas de teste, os aviões e mísseis que estivessem voando para ele teriam explodido instantaneamente e sido destruídos. Esse modo — 'engarrafar' uma área de armas estratégicas — é útil para anular todo um sistema de lançamento estratégico de ICBMs (mísseis balísticos intercontinentais) ou uma grande base de bombardeiros, etc. Ela também pode 'engarrafar' uma grande força-tarefa de um porta-aviões no mar, incluindo os aviões e os mísseis Tomahawk, os tiros dos canhões navais, etc. Com um escudo real, os aviões ou mísseis voando para ele (de dentro ou de fora) explodem e são destruídos." [Fer De Lance, pág. 135].

Esse Domo de Tesla é absolutamente o armamento mais poderoso sobre os qual eu já ouvi falar! Se o presidente Bush mobilizar os navios, os aviões e os exércitos americanos sem um Domo de Tesla funcional, todas essas forças poderão ficar 'engarrafadas' defensivamente, ou poderão não atacar o inimigo como pensamos que vão fazer! Se qualquer avião, por exemplo, tentasse voar para fora do Domo de Tesla, explodiria e seria destruído.


Além disso, se a Rússia erigisse um Domo de Tesla sobre Teerã, por exemplo, nenhuma das armas americanas poderia tocar a cidade! Não podemos desconsiderar essa possibilidade.

Uma vez que você compreender essa realidade, poderá compreender que o presidente russo Putin realmente tinha os músculos militares requeridos para apoiar sua ameaça feita ao presidente Bush em 12 de abril de 2003, quando advertiu Bush a não tentar novas "mudanças de regime" no Oriente Médio. [Leia os detalhes no artigo N2003, "Um Xeque-Mate Russo no Oriente Médio?].

Você pode ver que qualquer sistema de armamentos hoje precisa se mover sob a proteção de um escudo do Domo de Tesla. Em outras palavras, o Domo sempre precisa se mover por cima e em torno dos navios, dos aviões e dos exércitos à medida que eles se deslocam até seu destino. Como você pode imaginar nesta figura, um Domo pode ser criado para se mover continuamente e com a mesma velocidade que o avião, de modo que sempre o estará envolvendo. Essa recriação foi vista por pilotos de outro vôo comercial e reportada para o Ashai Evening News, de Tóquio, em 22/6/1982. Observe como essa tecnologia já é velha para os russos!

Novamente, podemos ver como essa arma pode ser usada de forma defensiva ou ofensiva. Se um Domo de Tesla for colocado em volta de aviões e se mover com eles, nenhuma força inimiga poderá destruí-los; da mesma forma, se o Domo de Tesla for erigido em volta de um alvo, nenhuma de nossas armas funcionará contra ele. Nos dias de hoje, nenhuma força armada pode se descolar no solo, pelos oceanos, ou pelo ar sem estar continuamente protegida por um poderoso Domo de Tesla.
Mas, então, as notícias ficam piores. Na discussão dos terríveis efeitos de um enorme Domo de Tesla, lemos:

"Como mostrado... duas superfícies escalares hemisféricas são criadas, usando-se múltiplos transmissores de freqüência e expansões de séries de Fourier truncadas. A interferência dos dois hemisférios escalares cria um grande e brilhante núcleo hemisférico de energia eletromagnética comum. No núcleo, a densidade da energia é suficiente para levantar matéria Dirac do Direac Sea do vácuo. O núcleo é assim preenchido com um plasma brilhante."

"Esse núcleo pode ter várias centenas de quilômetros de diâmetro na base. A energia enorme que é requerida para formar esse núcleo de defesa é obtida por uma 'torneira de energia escalar' no núcleo derretido da própria Terra, como explicado anteriormente. No final de abril/início de maio de 1985, 27 dessas 'torneiras de energia' foram colocadas na Terra pelos soviéticos. Cada torneira é capaz de gerar explosões exotérmicas, explosões endotérmicas, modificar o clima, localizar e destruir submarinos submersos, detectar e destruir mísseis balísticos logo após o lançamento, detectar e destruir os bombardeiros estratégicos de longo alcance logo após a decolagem, etc."

"De qualquer modo, o escudo Tesla gigante é útil contra qualquer tentativa de ataque... Não há a necessidade de discriminar verdadeiros veículos transportadores de ogivas de veículos falsos e despistadores, etc. Tudo o que estiver entrando no escudo é simplesmente 'apagado', 'esterilizado', ou destruído. O escudo pode cuidar dos mísseis balísticos de longo e de médio alcance e suas ogivas nucleares, bombardeiros estratégicos e suas bombas nucleares, mísseis cruzeiro e suas ogivas nucleares, veículos de reentrada e suas ogivas, veículos despistadores, etc." [Fer De Lance, págs. 258-9].

Para compreender plenamente a abrangênca da mentira que o governo está contando para nós, temos somente de lembrar que estamos continuamente vendo notícias da Força Aérea fazer testes para atingir fisicamente um míssil usando outro míssil, em testes de 'defesa contra mísseis'! Esses assim-chamados testes — se é que são realmente realizados — são exemplos perfeitos de propaganda! Esses 'testes' são simplesmente destinados a esconder a verdadeira natureza da tecnologia de nós. Se estamos olhando para uma tecnologia que foi tornada irrelevante trinta anos atrás, e fomos levados a acreditar que é tecnologia de ponta, nunca veremos a existência da verdadeira tecnologia. E, quando formos atingidos por essa tecnologia no campo de batalha ou em nossas cidades, nunca saberemos o que nos matou!O tenente-coronel Beardon então conclui solenemente:

"Resumindo, os complexos do transmissor Pica-pau (escalar) e outros armamentos eletromagnéticos associados são mais úteis nas grandes missões requeridas na guerra." [Fer De Lance, índice].

Em outras palavras, todo sistema de armamento que os EUA arduamente enviaram à guerra e os homens e mulheres que devem operá-los, estão em grande risco de total aniquilação por um sistema de armamentos que os EUA ainda não usam, pelo menos não de forma eficiente. Ouça o coronel Weeks novamente:

"Estamos mais fracos agora do que nunca antes. As bravatas de Bush são vazias, e mesmo se tivermos o canhão de Tesla, a Rússia e a China também os têm, e a Rússia tem as armas escalares eletromagnéticas há mais tempo — tempo o suficiente para ter testado e experimentado várias formas delas diversas vezes. Embora evidentemente tenhamos algumas armas HAARP, o físico e tenente-coronel Thomas Bearden diz que não temos muitas, e nosso armamento escalar ainda não está pronto para ser usado de forma eficiente..."Mas e as superarmas americanas?

Neste ponto, você provavelmente está protestando e dizendo, "Mas os EUA desenvolvem suas próprias superarmas! Elas podem não ser exatamente armas escalares, mas são novas, e também são terríveis e podem contrabalançar esses sistemas de armamentos escalares. O coronel Beardon responde a essa questão.

"Temos radares terrestres, interceptores endoatmosféricos, interceptores exoatmosféricos, sensores aéreos, sensores colocados no espaço, interceptores de propulsão química, pistolas eletromagnéticas, armas de feixe de partículas, lasers de alta energia, amarrados todos juntos por sistemas maciços de controle e de comando... Sistemas maciços. Maravilhas eletromagnéticas. Lasers nucleares de poder surpreendente. Talvez até lasers de raios-X e de raios gama. Armas de radiofreqüência de energia dirigida. Railguns estupendos. Sensores em toda a parte. Redes gigantes de comunicações. Bancos de computadores e sistemas de controle."

"E tudo isso está vulnerável aos armamentos de interferômetro eletromagnético. 'Radares' eletromagnéticos escalares gigantes podem simplesmente passar por tudo isso como uma foice pelo meio do feno." [Ibidem, pág. 331].

E os armamentos escalares americanos? "Nosso armamento escalar ainda não está pronto para ser utilizado de forma eficiente." Não, os EUA ainda estão trabalhando com HAARP, que é um sistema muito mais fraco.



Resumo da Notícia: Infomercial em Vídeo Digital, "Editorial Trophy High Tech", http://www.infolive.tv/. Nota: Melhor visualizado com o Internet Explorer.

O tenente-coronel Bearden, em Fer de Lance e na versão atualizada, Oblivion, diz repetidamente que a Rússia, Israel e a China são as três principais nações que empregam sistemas de armamentos escalares extremamente avançados. Você está prestes a ver um "infomercial" sobre um sistema defensivo escalar israelense que foi desenvolvido para tanques e outros veículos blindados. Na verdade, esse vídeo diz que esse sistema defensivo foi desenvolvido para diversas plataformas militares. Esse sistema de armamento é descrito como "cinético", que é outro nome para as "armas eletromagnéticas-estendidas (energéticas)", um termo para o armamento escalar, usado anteriormente pelo tenente-coronel Bearden.

Como você pode ver nessa gravura tirada do vídeo, um tanque está totalmente envolvido por um escudo ativo de proteção. Se um míssil ou outro projétil ameaçador for disparado contra o tanque a partir de qualquer direção, o escudo escalar é ativado instantaneamente em torno do tanque e com uma surpreendente altura acima dele. Quando o projétil se dirigir rapidamente contra o tanque, esse espesso escudo é acionado. Assim que o míssil toca no escudo, ele é destruído. Essa animação em particular mostra o momento em que o míssil atinge o tanque, e é dissolvido em inofensivos pedaços de metal.

Em seguida, assim que o radar do tanque pára de detectar qualquer projétil vindo em sua direção, o Domo é removido para que o tanque possa disparar contra o inimigo.

Esse sistema também não precisa atingir precisamente o projétil, pois o escudo destrói completamente o projétil em qualquer ponto em que o contato for feito. Ao assistir ao vídeo, observe essa realidade, pois tanto o sistema eletromagnético de armamento escalar quanto o HAARP podem instantaneamente criar uma barreira contra os mísseis intercontinentais em todos os EUA. Embora muito maiores do que esse sistema para tanques, o sistema continental atua do mesmo modo que o sistema de proteção para tanques mostrado nesse vídeo. Nem um míssil norte-coreano poderia penetrar na proteção desse escudo. Entretanto, o Plano Illuminati prevê uma confrontação nuclear na Península Coreana no período de tempo final preparatório imediatamente antes do aparecimento do Cristo maçônico da Nova Era.

Obviamente, qualquer pessoa que compreenda essa capacidade de arma eletromagnética reconhecerá a propaganda que virá dos nossos líderes no governo e nas forças armadas quando os norte-coreanos começarem a exercer seu papel na planejada Terceira Guerra Mundial. Para manter a maior parte do público ignorante das verdadeiras capacidades que as forças armadas possuem de erigir um escudo sobre todo o país, é mostrado para nós o espetáculo do sistema "Guerra nas Estrelas", de atingir um míssil com outro míssil, o que é equivalente a atingir uma bala com outra bala. Além disso, é dito para nós que esse sistema antimíssil não está totalmente funcional, e falharia terrivelmente em um cenário de guerra em que dezenas de mísseis fossem lançados ao mesmo tempo, vindo contra diferentes localizações geográficas e equipados com contramedidas destinadas a evadir os radares.

Os cidadãos comuns não são informados da fabulosa capacidade da tecnologia HAARP de criar um escudo do Domo de Tesla 100% eficiente sobre todo o país. Na verdade, durante o tempo em que os norte-coreanos executarem seu papel planejado e o roteiro da Terceira Guerra Mundial começar a ser encenado, nossos líderes deliberadamente deixarão de usar o Domo de Tesla. A confusão e o pânico são os objetivos e eles não seriam instalados no meio da população se ela ficasse totalmente protegida pelo Domo de Tesla.

Veja, os líderes deste país são membros da sociedade secreta Caveira e Ossos e não estão interessados no bem-estar dos cidadãos; em vez disso, estão interessados somente em cumprir o Plano Illuminati de uma Terceira Guerra Mundial destinada a produzir o Cristo maçônico na cena internacional. Você precisa considerar esse fato com atenção, permitindo que ele se estabeleça em sua mente, coração e espírito. Somente então você deixará de ser enganado pelos eventos ou pelos líderes atuais.

Esta animação mostra um soldado inimigo disparando um míssil portátil antitanque. Embora o cenário seja claramente o de uma área urbana, esse tipo de ameaça contra um tanque é exatamente o que aconteceu diversas vezes durante a invasão israelense ao Líbano. Repetidas vezes, combatentes do Hezbollah equipados com esse tipo de míssil antitanque portátil, carregado nos ombros, dispararam e destruíram tanques das forças israelenses, matando ou ferindo os membros da tripulação.

Mas quando o tanque está protegido por esse escudo do Domo de Tesla da Trophy, nem um desses mísseis antitanque consegue atingir o alvo.

Além disso, esse vídeo diz que os soldados que estiverem em volta do tanque não sofrem ferimentos quando o míssil explode ao fazer contato com o Escudo Tesla invisível. Isso parece incrível, inacreditável mesmo, pois o projétil parece explodir violentamente. Apesar disso, essa é a afirmação feita no vídeo.

A próxima pergunta é simples: Por que Israel não equipou seus tanques com esse sistema quando invadiu o Líbano? A resposta pode estar em uma ou mais linhas de raciocínio:

1) Israel subestimou a capacidade antitanque do Hezbollah. As matérias de notícias parecem que indicaram que a Inteligência das Forças Israelenses de Defesa não compreendeu apropriadamente o grau em que a Síria e o Irã tinham fornecido esses armamentos antitanque avançados para o Hezbollah.

2) Israel não quis exibir sua capacidade do escudo escalar desta vez.

Acredito que ambas as razões sejam válidas.


Esta figura demonstra como um Escudo do Domo de Tesla invisível pode ser erigido em qualquer lugar em um campo de batalha. Essa animação foi capturada no momento em que o míssil atinge o Domo de Tesla invisível. Como você pode ver, não há nada mais visível em torno da explosão. E, como você verá quando assistir ao vídeo inteiro, o míssil está claramente vindo por um terreno vazio.

Quando Israel erigir um escudo invisível no campo de batalha, fogo inimigo de nenhum tipo poderá penetrar — sejam tiros, mísseis, ou disparos de artilharia. Entretanto, para Israel disparar contra o inimigo, o Escudo precisa ser abaixado; portanto, no ardor da batalha, o escudo precisará ser rapidamente acionado e desativado, muitas e muitas vezes.

Agora que você compreende a capacidade dos tanques de Israel, pode apreciar a matéria do jornal Jerusalem Post na semana passada, que disse que todos os tanques de Israel estão sendo 'equipados' com sistemas que os tornarão mais imunes ao fogo antitanque do inimigo. Na próxima guerra, Israel talvez não perderá nem um tanque sequer.

Enquanto isso, porém, um número muito grande de árabes acredita que eles conseguiram enfrentar em igualdade de condições as verdadeiras forças israelenses no campo de batalha, conseguiram detê-las, e agora não têm mais nada a temer. Esse erro de avaliação poderá fazer com que exércitos árabes inteiros sejam aniquilados.

0 comentários :

Blogger Template by Clairvo