sexta-feira, março 15, 2013

Você sabe como é o juramento dos Jesuitas?

Então leia o juramento e você vai descobrir o quão bonzinho deverá ser Jorge Mario Bergoglio.


COMPANHIA de JESUS (ORDEM dos JESUÍTAS)

A Companhia de Jesus ou Ordem dos Jesuítas foi fundada pelo ex-soldado espanhol Inácio de Loyola, para combater as Reformas Protestantes, seguindo à risca todos os dogmas do Concilio de Trento, o que fez, desde a sua fundação oficial, em 1540. (Enciclopédia Britânica (9ª Edição.) Artigo - Jesuítas).

Em 21 de Julho de 1773 foi extinta a Companhia de Jesus pelo papa Clemente XIV, sendo restabelecida em 7 de Agosto de 1814 pelo papa Pio VII.

Este texto (Juramento dos Jesuítas) está razoavelmente divulgado, e se seguirmos as suas origens iremos encontrá-lo nos Registos do Congresso dos E.U.A., bem como no romance de Charles Didier (1805-1864), Rome Souterraine. Além disso, Dr. Alberto Rivera, que desertou da ordem Jesuíta em 1967, confirmou que na cerimônia de iniciação o texto do juramento Jesuíta era o citado.


Dito isto, vamos ao juramento.

JURAMENTO dos JESUÍTAS

“Eu..., em presença de Deus Onipotente, e da Bem-Aventurada Virgem Maria, do Bem-Aventurado São João Batista, São Pedro e São Paulo..., declaro e juro que Sua Santidade o Papa, é vigário de Cristo e único verdadeiro chefe da Igreja Católica ou Universal em toda a terra...”.

“Assim, pois, com todas as minhas forças, defenderei esta doutrina e os direitos e os costumes de Sua Santidade contra todos os usurpadores heréticos ou autoridades protestantes... e de todos os aderentes a quem se considera hereges e usurpadores, inimigos da Santa Sé ou Madre Igreja de Roma”.


“Prometo e declaro que farei quando se me apresente oportunidade, guerra sem quartel, secreta ou abertamente, contra todos os hereges e protestantes, tal como se me ordene fazer, extirpá-los-ei da face da terra, que não tomarei em conta, idade, sexo, ou condição, que enforcarei, queimarei, destruirei, envenenarei, cegarei, estrangularei vivos esses infames hereges; abrirei o ventre das suas esposas e baterei com a cabeça de seus filhos na parede, a fim de aniquilar execranda raça”.


“Que quando não posso fazer isso abertamente, empregarei secretamente a taça de veneno, a estrangulação, a aço do punhal, a bala de chumbo sem ter consideração à classe, dignidade ou autoridade das pessoas, quaisquer que sejam...”.


“Para isso consagro-lhe toda a minha alma e todas as minhas forças físicas e com a adaga que recebo agora, escreverei meu nome com sangue em testemunho deste juramento, se manifestar falsidade ou tibieza em minhas determinações podem meus irmãos camaradas, soldados da milícia do Papa, cortar as minhas mãos e meus pés, enforcar-me, abrir meu ventre e nele queimar enxofre e aplicar-me todos os castigos que se possam conceber e executar sobre a terra e que a minha alma seja torturada pelos demônios nas chamas infernais para todo o sempre”.


***Traduzido do “CONGRESSIONAL RECORDS” (REGISTROS do CONGRESSO) dos E.U.A., de Fevereiro de 1913, p.3263.

Um comentário :

  1. Se esse juramento for verdadeiro. Que deus tenha de piedade desses.

    ResponderExcluir

Blogger Template by Clairvo