quinta-feira, maio 29, 2014

666 na mídia e negócios



2 comentários :

sábado, maio 24, 2014

Exorcismo: Teatro Religioso


Mais um vídeo que mostra o circo em que a igreja neo-pentecostal, filha da matriz romana, se transformou.

Tentando, a todo o custo, arrebanhar incautos para lotarem suas agremiações religiosas.




0 comentários :

quarta-feira, maio 21, 2014

Mulheres de Padres pedem ao Papa fim do celibato

Orientação da igreja, não da Bíblia
Notícia: Amantes de padres pedem ao papa fim do celibato.

“Querido papa Francisco, somos um grupo de mulheres de muitas partes da Itália (mas não só dela) que lhe escrevem para romper o muro de silêncio e indiferença em que nos encontramos. Cada uma de nós vive, já viveu e quer viver uma relação de amor com um sacerdote, pelo qual está apaixonada.”

É assim que começa uma carta pública escrita por um grupo de 26 amantes de padres ao papa Francisco. Elas pedem ao pontífice que ponha um fim ao celibato sacerdotal obrigatório para que os padres católicos possam se relacionar com mulheres e casar com elas. Na carta, as amantes falam sobre suas aventuras amorosas com sacerdotes da Igreja Católica e relatam o sofrimento de viver o amor proibido. Elas pedem uma reunião com papa Francisco para discutir a proposta do fim ao celibato sacerdotal. A carta foi publicada pelo site Vatican Insider, do jornal italiano La Stampa

“Sabe-se muito pouco do sofrimento devastador a que uma mulher que se apaixona fortemente por um padre está submetida. Queremos, com humildade, por a seus pés nosso sofrimento para que algo possa ser mudado [...] para o bem de toda a Igreja”, diz outro trecho da carta. “Amamos esses homens [sacerdotes], eles nos amam e, na maioria dos casos, com toda vontade possível”, afirmam elas. O grupo argumenta que, diante do celibato sacerdotal, restam aos padres duas opções: abandonar o sacerdócio ou viver um amor secreto. “É uma escolha dolorosa.”

Para essas mulheres, se o celibato sacerdotal fosse opcional, os padres passariam a servir à Igreja Católica com uma paixão ainda maior e deixariam a vida de clandestinidade, “com a frustração de um amor incompleto”.

No início do cristianismo, o celibato clerical não era obrigatório [Pedro mesmo era casado]. Foi institucionalizado durante a Idade Média, justificado principalmente por uma questão econômica – não interessava à Igreja ver suas riquezas repartidas como herança aos filhos dos padres; e também social, a fim de que os sacerdotes se dedicassem total e exclusivamente à Igreja. 

Em suas poucas manifestações públicas sobre a polêmica, papa Francisco costuma mostrar-se favorável à manutenção do celibato. “Apesar dos prós e contras, os frutos [da manutenção do celibato] são mais positivos que negativos”, disse no livro Sobre o céu e a terra, escrito por ele e pelo rabino Abraham Skorka. (Época)

0 comentários :

terça-feira, maio 13, 2014

Endemoniado atende celular e irrita exorcista

Um pastor tenta explicar para os fiéis da igreja que é possível expulsar qualquer demônio através do poder de 'Jesus' e chama um homem para ilustrar a pregação.

O homem recebe a oração e cai "endemoniado". Tudo parece igual ao que vemos no Brasil até que o homem, supostamente endemoniado, recebe uma ligação e se senta no chão, onde estava caído, para atender ao telefone.

Ao atender ele diz para a pessoa que está do outro lado da linha: “Estou sob unção, você pode entender? Depois eu retorno a ligação. Tchau, tchau”, disse.

Assim que ele encerra a ligação, ele guarda o telefone no bolso, se vira para o pastor e diz: “continue”.

O pastor, indignado, questiona: “continuar com o quê?”. O rapaz responde que era para continuar com o exorcismo, mas o pastor fica nervoso e pede para ele ir embora. “Continuar? Você sabe quantos demônios já expulsei na minha vida? Tome seus demônios e saia daqui”, disse o pastor irritado.

O vídeo está em inglês, mas é possível entender o que está acontecendo, tanto que diversos sites noticiosos do Brasil estão repercutindo esta informação.


1 comentários :

domingo, maio 11, 2014

Templo Satânico vai realizar Missa Negra em Havard

O Templo Satânico vai realizar 'Reconstituição' de Missa Satânica na Universidade de Harvard



A Universidade de Harvard - uma das instituições da elite dos Estados Unidos - vai sediar a reconstituição de uma Missa satânica em 12 de maio. O evento será realizado pelo Templo Satânico cujos representantes fornecerá narração sobre os aspectos acadêmicos e históricos de uma missa satânica.

As Missas Satânicas são definidas como uma "cerimônia mágica e inversão, ou paródia, da missa católica, que era um espetáculo que tinha ostensivamente o propósito de zombar de Deus e adorar o diabo; um rito que foi dito envolver sacrifício humano, bem como a obscenidade e blasfêmia de proporções terríveis".


Panfleto da Missa Negra - a imagem é de Baphometde em pé
sobre um altar rodeado por almas condenadas. 

"Em primeiro lugar, entre as manifestações do que se tinha tornado adoração ao Diabo, encontramos a Missa Negra ou a Missa do Diabo da Idade Média, a partir da qual o cerimonial e ritual de magia negra são derivados. O princípio que constitui a própria essência do Diabo, a ideia de oposição, também está por trás de todo o ritual cerimonial de Magia Negra e missas negras. Tais ideias como repetir orações invertidas, inverter a cruz, consagrar objetos obscenos ou sujos, são típicos desse sentimento de oposição ou profanação. A palavra-chave para o conjunto das práticas de magia negra é profanação". [CW Olliver, Uma Análise da Magia e Bruxaria.]

"Máscaras de animais parecem ter sido uma forma popular de disfarce adotado pelos bruxos e bruxas que participam de reuniões, e esse costume é, provavelmente, responsável por muitas das histórias de licantropia.
Entre outras ritos de bruxas obscenos e fálicos havia a Missa Negra, celebrada por um padre renegado sobre o corpo nu do adepto em cujo benefício era realizada. Ela simbolizava a perversão de todos os ritos da Igreja Católica. Velas pretas em vez de brancas, cruzes invertidas, cálices contendo o sangue de recém-nascidos sacrificados para fins ritualísticos, urina para água benta; todos estes faziam parte dos apetrechos necessários, de acordo com os historiadores, para propiciar o Príncipe das Trevas e sua comitiva de diabos menores. Além de evocações, lançamento de encantos e orgias, a adoração ao diabo implicou tais futilidades como a profanação dos pães roubados de igrejas católicas e os beijos do Grão-Mestre (diabo) na cauda ou membro viril." [Lady Queenborough , Occult Theocracy]

A "encenação", apresentada na Universidade de Harvard vai, porém, ser uma versão "light" de uma Missa Negra e provavelmente será apresentada como uma "resposta teatral à opressão da Igreja". Esse é o ângulo clássico para fazer essas práticas "legais" e socialmente aceitáveis.

A missa será realizada no The Queen's Head Pub, no Memorial Hall, que está no "coração do campus da Universidade de Harvard". O Salão foi "dedicado em 1878 como um monumento para os alunos da Harvard que morreram durante a guerra civil"... lugar estranho para se realizar uma Missa Negra.

Templo Satânico também está trabalhando arduamente para obter uma estátua do Baphomet colocada no Capitólio do estado de Oklahoma (ou qualquer outro local de bastante circulação para obter publicidade). Aqui está como será a estátua. 

Embora o templo satânico afirme que "não acredita no sobrenatural", sua estátua apresenta Baphomet fazendo o sinal hermético com a mão - "assim em cima como embaixo". Isso ficará na frente de um pentagrama invertido, o símbolo da magia negra.

O objetivo do Templo Satânico: atrair crianças para olhar com 
respeito para Baphomet (e tudo o que ele representa), alegando 
que isso é apenas um "cutucada" no cristianismo.

4 comentários :

terça-feira, maio 06, 2014

Os Rastros Químicos

Os Rastros Químicos — Evidências Claras de uma Conspiração

Autor: Jeremy James.

Um Boeing 707 com três pessoas a bordo caiu na Base Aeronaval de Point Mugu, na Califórnia, EUA, em 18 de maio de 2011. A aeronave, um avião-tanque não-comercial, patinou na pista durante a decolagem e se incendiou. (Veja a foto acima).

Observe o símbolo na cauda do avião. Esse logotipo, que não é usado por nenhuma companhia aérea conhecida, é a última letra do alfabeto grego e simboliza "O Fim", ou a fase final. (Lembre-se que o próprio Salvador é descrito no livro de Apocalipse como "o Alfa e o Ômega": "Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro." [Apocalipse 22:13].

Observe também a enorme quantidade de um líquido prateado que vazou do avião. Como caiu na decolagem, o avião estava totalmente carregado com essa estranha carga, que a tripulação iria alastrar nos céus sobre áreas habitadas. Esse é o infame material de rastro químico que uma agência desconhecida está dispersando na atmosfera de toda a América do Norte, na Europa e, aparentemente, também em outras regiões do mundo.

Nenhuma explicação oficial já foi dada a respeito dessa extensa aspersão aérea e nenhum governo até aqui já reconheceu que o espaço aéreo está sendo usado dessa maneira. (Escrevi para o Ministério dos Transportes da Irlanda sobre isto em 5 de fevereiro de 2011, mas não recebi resposta alguma.)

Estranhamente, poucas pessoas parecem ter observado esse fenômeno em particular, embora ele esteja ocorrendo de forma semanal e, algumas vezes, até mais frequente, já há vários anos. Aqui está um padrão bem típico desses rastros químicos:

A maioria das pessoas parece assumir que as linhas brancas no céus sejam os rastros de condensação criados por um grande avião. Mas, os aviões comerciais não cruzam o céu dessa maneira. Eles também não dão a volta, como alguns dos aviões de rastro químico fazem, e repetem o mesmo sobrevoo uma ou duas vezes (exceto, talvez nas imediações de um aeroporto). Observe também que esses rastros não se dispersam naturalmente, como o vapor de água deixado por um avião normal, mas se mantêm por um período prolongado de tempo e se expandem lentamente pelo céu, criando uma névoa branca que se propaga por todas as direções.

Fotografei um desses aviões diretamente sobre minha casa, nas proximidades de Dublin, em 8 de março de 2011. A foto seguinte mostra o avião em um nível de ampliação de dez vezes:

Como você pode ver, os rastros se originam da traseira do avião e não dos motores, que são montados sob as asas.

O que esse aerossol contém? Nas áreas onde a aspersão é intensa, uma fina camada de resíduo se acumula sobre os carros estacionados nas ruas. Isto permitiu que alguns cidadãos preocupados coletassem amostras muito pequenas e as enviassem para análise científica. A partir da enorme quantidade de informações existentes na Internet a respeito dos rastros químicos — não há dúvida que uma parte é especulativa — o aerossol parece conter principalmente alumínio, bário e estrôncio, embora a presença de outras substâncias também tenha sido detectada, algumas das quais parecem ser de origem biológica.

Por Que Aumentar o Estresse Sobre o Meio Ambiente?

Por que alguém faria isto? Várias razões já foram sugeridas, muitas das quais são consistentes com a conhecida promoção do estresse sobre o meio ambiente por parte da Elite Global. Acredita-se que uma crise ambiental mundial requererá uma solução administrada globalmente. Isto, por sua vez, requererá a criação de uma agência supranacional, talvez até um governo mundial, com poderes excepcionais de intervenção e de imposição da lei.

Possíveis Efeitos da Aspersão dos Rastros Químicos

Aqui estão alguns dos modos em que a aspersão na forma de aerossol na atmosfera poderia ser usada para aumentar o estresse ambiental:
  • 1. Aumentar o aquecimento global, criando um verdadeiro efeito estufa (diferente do falso efeito que é promovido pela brigada da Mudança Climática). 
  • 2. Alterar a acidez do solo e, assim, inibir o crescimento da vida vegetal, incluindo dos alimentos para consumo humano. 
  • 3. Poluir o ar para contaminar o corpo humano com patogênios de média severidade, porém persistentes. Se o material no rastro químico puder se acumular sobre o tecido humano, então esse fator de estresse será muito sério. 
  • 4. Lançar na atmosfera partículas metálicas e de outros tipos, que aumentem o efeito da tecnologia das microondas e de outras tecnologias relacionadas. Isto seria vantajoso, por exemplo, onde um dispositivo de modificação do clima esteja sendo utilizado. 
  • 5. Inibir a fotossíntese ou reduzir a eficácia das bactérias do solo.

A Agenda Globalista

Se você acredita que o planeta está operando da forma normal, então terá um severo despertar nos próximos anos. Existem fortes evidências que os globalistas — a elite extremamente rica que controla todas as principais economias — está fazendo um grande esforço para introduzir o governo mundial único, que ela controlará. Criando diversos e sérios problemas sociais, econômicos e ambientais, a elite pretende destruir a independência das nações soberanas. As crises planejadas incluem:
1. Um colapso financeiro global.
2. Uma enorme escalada da guerra no Oriente Médio.
3. Escassez do petróleo.
4. Escassez de alimentos, causada por eventos climáticos extremos.
5. Aumento na ocorrência de terremotos e das atividades vulcânicas.
6. Aumento nas doenças criadas pela engenharia genética..

As pessoas que estão por trás disto são exatamente as mesmas que financiaram a ascensão do Nazismo na Alemanha, a introdução do Comunismo na Rússia e na China, a Primeira Guerra Mundial, a Segunda Guerra Mundial e diversas outras guerras sem sentido em lugares como Vietnã, Coreia, Moçambique, Sudão, etc.

Controle por Psicopatas

Estima-se que entre 3% a 5% da população em geral seja constituída por psicopatas. Esses indivíduos ascendem às posições de liderança porque são profundamente insensíveis e têm corações de pedra. Estamos vivendo em um tempo em que os psicopatas ascenderam à liderança política, econômica e social em virtualmente todos os países desenvolvidos. Portanto, é natural que eles cooperem entre si, pelo menos por um tempo, em âmbito internacional, de modo a aumentar ainda mais seus poderes e influências. Se você tem dificuldade em acreditar que existe uma grande conspiração internacional, então pelo menos considere a possibilidade que os psicopatas mais influentes do mundo estejam trabalhando em conjunto para atingirem um objetivo comum. Se eles realmente estão, então a gigantesca perda de vidas que o plano globalista envolve será muito mais fácil de compreender.

0 comentários :

sábado, maio 03, 2014

Supercarregador da Tesla Motors garante energia grátis para sempre

Supercharger: recargas de até 20 minutos são gratuitas e garantem 50% da bateria

    

A Tesla está em clima de festa nesta semana, com a instalação de seu centésimo supercarregador para carros elétricos, em Hamilton, Nova Jersey. Ao todo, existem 86 pontos nos Estados Unidos e outros 14 na Europa.

O Supercharger, como é chamada a estação de recarga rápida, é capaz de fornecer até 50% da capacidade da bateria de um Model S em 20 minutos (tempo 16 vezes mais rápido do que a maioria das estações de recarga públicas).

Detalhe: recargas de até 20 minutos no supercarregador são gratuitas.

Na prática, o afortunado que tiver um Model S já consegue atravessar os EUA, de leste a oeste, e de norte a sul pela costa, sem pagar nada pela eletricidade consumida.

Quando quiser recarregar, é só parar em uma das estações da Tesla, que ficam próximas a restaurantes, postos e lojas de conveniência de estrada, e tomar um café, enquanto aguarda a recarga rápida do seu carango ecológico.

0 comentários :

quinta-feira, maio 01, 2014

Sociedade de Massa e o Mundo Pacífico

Imagine um estado de existência livre da autoridade coercitiva, onde cada um estaria em liberdade para fazer as escolhas de sua própria vida, à imagem de suas próprias necessidades, valores e desejos individuais. sem permitir que seu campo de ação atinja a vida daqueles que não escolhessem assim.


Um mundo não autoritário consequentemente levaria a liberdade de associação, portanto é incompatível com monarquias, oligarquias e democracias. Muitos que chamam a si mesmo "anarquistas e libertários", ainda que afirmam não negar a importância da livre associação, lutam por uma sociedade mais democrática onde as entidades corporativas e estatais sejam municipalidades controladas pela comunidade, federações industriais controlada pelos trabalhadores, e assim sucessivamente.

Aqueles que desejam viver livremente segundo suas próprias vontades, tem razões para se sentir ameaçados por qualquer organização em grande escala, porque são tão imperialistas como hierárquicas. Mesmo que pretendam ser ou denominar-se "democráticas" (como se a subordinação do indivíduo fosse algo desejável)

Os humanos são sociáveis por natureza - poucos desejam viver sozinhos como eremitas (e a liberdade de se viver assim não se pode negar). Contudo, os humanos também são socialmente seletivos - não se convive com todo mundo, e seria uma opressão esperar que assim fosse. De forma natural, pessoas estabelecem relações com aqueles que se identificam por afinidades e a apoio mútuo. Tal foi ao longo da historia humana. Só na história recente as pessoas entraram numa organização de massas compostas por membros que não necessariamente se conhecem ou simpatizam uns com os outros. Tal organização em massa não surgiu devido a uma necessidade de sobrevivência. Durante mais de 99% da história humana, desfrutávamos de associações livres face a face dentro dos acordos das familiaridades estendidas, e algumas culturas continuam com essa prática.

Aqueles que não mantêm uma boa relação com sua tribo ou grupo são livres para buscar companhia em outras partes ou para viver a sós. Este modo de associação funciona bem - os membros de pequenas sociedades auto-suficientes normalmente gastam de 2 a 4 horas por dia em atividade de subsistência , habitualmente comem em abundância, e desfrutam de um tempo de lazer muito mais amplo do que aqueles que vivem numa sociedade de massas. As culturas indígenas que ainda permanecem intactas hoje em dia preferem seu tradicional estilo de vida, e muitas estão protagonizando uma impressionante resistência política contra corporações e governos que querem força-los a fazer parte da sociedade de massas para que suas terras e seu trabalho possam ser explorados. Pessoas raramente entram em organização em massa sem serem coagidas, já que isto rouba sua autonomia e independência.

O surgimento da civilização foi baseado na compulsiva produção em massa. Quando certas sociedades começaram a valorizar sua produção agrícola sobre os demais, para esse propósito, submeteram a força todas as formas de vida dentro da extensão de suas cidades. As comunidades de pessoas que desejavam colher frutas , pescar, vagar, cultivar, ou pastorear pelas terras por subsistência seriam exterminadas ou escravizadas, e os ecossistemas que habitavam foram transformados em terra de cultivo para alimentar as cidades. somente aqueles que estavam totalmente dedicados ao cultivo e a produção animal foram permitidos nos campos arredores. Os que viviam nas cidades eram prisioneiros , comerciantes , ou funcionários públicos ocupados em tarefas administrativas e de controle social. A organização social passou a ser mais complexa, tecnologicamente avançada, e ampla em seu avanço através dos séculos desde de o início da civilização no "crescente fértil" no Oriente Médio. No entanto, a vida não humana ainda é sacrificada e eliminada para uso humano (e cada vez a uma maior velocidade), e os humanos ainda são forçados a viver como servos dessa cultura e de suas instituições dominantes como um pré-requisito para continuar existindo.

A sobrevivência por meios diretos está proibida - para habitar uma terra, deve-se pagar imposto, aluguel ou hipotecas. O que requer uma dedicação para atingir um posição econômica na sociedade, deixando tempo insuficiente para cultivo, coleta ou caça ( e muito menos tempo de lazer para acompanhar ), a educação pública contribui para garantir que pouca gente seja capaz de aprender a sobreviver com independência da economia.

O capitalismo é a atual manifestação dominante da civilização. A economia sob o capitalismo está em grande parte dirigida por organizações que contam com a aprovação do Estado, as chamadas corporações, que possuem o mesmo status legal que os indivíduos, consequentemente protegendo e limitando a responsabilidades de seus participantes.

As corporações existem para o propósito de beneficiar seus acionistas - os contratados pelas corporações são legalmente requeridos para procurar proveitos sobre todas as possíveis preocupações ( ''sustentabilidade ecológica'', trabalho ''seguro'', ''saúde da comunidade'' etc.) e podem ser despedidos, processados se fazem ao contrario.

O capitalismo deixa muito pouco espaço para que a vida não humana floresça de um modo não servil ( isto é, em ecossistemas selvagens, no lugar de celeiros, gaiolas), e quase nenhum lugar para os indivíduos que não queiram gastar suas vidas trabalhando sem parar para a desnecessária e interminável produção de mercadorias. A maiorias das pessoas passam quase todo seu tempo ocupados num trabalho sem sentido, monótono, regimentado e na maioria das vezes fisicamente e mentalmente prejudicial, para pagar suas contas, necessidades financeiras, porque não sabem que poderia ser diferente. Devido a idiotização, alienação e impotência que as pessoas experimentam durante o curso da vida cotidiana, a nossa cultura exibe altos índices de depressão, doenças mentais, suicídio, uso de drogas, relações desequilibradas e baseadas no abuso, junto com numerosos modos indiretos de vivências (p. ex., televisão, filmes, pornografia, vídeo games, etc).

A civilização foi o gene do autoritarismo sistemático, da servidão obrigatória e do isolamento social, não o capitalismo por si só. Neste contexto e perspectiva, os diversos socialistas, comunistas, e a ampla variedade de anarco-esquerdistas (sindicalistas, ativistas ecologistas sociais, etc) que pretendem abolir o capitalismo, sem atacar a civilização como um todo, são simplesmente reformistas. A complexidade social que é a civilização só é possível devido a coerção institucionalizada. Os grupos políticos mencionados não desejam acabar com a coerção, desejam democratizá-la - isto é, ampliar a participação popular em sua aplicação.

Civilização só pode existir em sociedade de massas, é definida pela ascensão das cidades, que é é um conjunto de pessoas morando em um local confinado em grande número, suficiente para requerer a importação de recursos (água,alimento, energia, etc..) e nem sempre isso pode ser feito com troca com os que moram onde há recursos, pois o que temos não serve absolutamente nada para eles , lembremos do caso dos índigenas, ameaçados pela construção de usinas hidrelétrica, exploraçao de madeira, minerais, criação de gado e soja... , guerra por petróleo no oriente médio e tantos outros, por isso a civilizaçao é baseada em violência e guerra , é um problema funcional, de nada adiantaria sermos ¨iluminados e de coraçoes abertos¨ se dependermos de importaçao de recursos , nunca alcançaremos a paz desse modo.

Aparte do repulsivo encorajamento de pessoas a participarem de atos opressivos, é preciso ressaltar que a democracia direta é uma ficção dentro do contexto da sociedade de massas. Numa associação que se expande a uma escala maior do que é possível para a relação face a face dos seus participantes, a delegação de responsabilidades em representantes e especialistas vem a ser necessárias para que se leve a cabo os interesses da associação. Mesmo que o consenso ou o voto da maioria determine quem se escolhe para participar na tomada de decisões ou nas responsabilidades administrativas, os escolhidos nunca estão sobre o controle do eleitor quando atuam cumprindo com seus deveres. Um mandato rigoroso sobre as decisões ou o comportamento dos delegados ou especialistas, implicaria numa supervisão constante pelo conjunto do grupo, o que frustraria o propósito de uma divisão de trabalho. A possibilidade de convocação imediata destes delegados também dependem da possibilidade de tal controle. Adicionalmente , os delegados escolhidos recebem mais tempo e recursos para preparar e apresentar suas visões e argumentos que uma pessoa comum, o que proporcionaria portanto uma grande vantagem de levar adiante sua posição pelo meio da manipulação propagandista e do descontentamento. Mesmo se um grupo, no seu conjunto, determina todas as políticas e procedimentos ( o que por si é impossível quando é necessário conhecimento especializado), e os delegados apenas cumprem suas obrigações por pressão, ainda podem atuar segundo sua própria vontade quando não estão de acordo com as normas e estão seguros de estarem a salvos de punição por ignora-las. A democracia é necessariamente representativa, não direta quando se pratica em grande escala - e a democracia representativa é precisamente o tipo de sistema político praticado atualmente.

A abolição da hierarquia requer o destituição permanente de governos e lideres, eleitos ou não, e portanto requer que se rejeite a sociedade de massas.

Devido as organizações em massa valorizarem a produção mais que a autonomia pessoal e comunitária, são necessariamente imperialistas em seu alcance , destruindo ou escravizando toda a vida que encontra pela sua frente , de qualquer forma , a produção não é um valor irrelevante ou opcional que a sociedade de massas possa dispensar e continuar existindo.

Se as cidades não são auto-suficientes na produção de sua própria comida , ocuparão as áreas circundantes para uso agrícola, tornando-as estéreis tanto para os ecossistemas como para as comunidades humanas auto suficientes. Esta área ira se expandir em relação a qualquer incremento da população ou da especialização do trabalho que a cidade experimente. Alguém poderia argumentar que a produção industrial poderia ser mantida, enquanto ao mesmo tempo fosse reduzida consideravelmente, deixando então um espaço parar ecossistemas e as pessoas "não industriais" coexistirem. Primeiramente , esta proposta levanta a questão de porque a civilização industrial deveria ter prioridade sobre as outras formas de vida, permitindo a civilização e aqueles que controlam ditar aos não participantes exatamente o quanto eles devem ocupar. Também é questionável se realmente é possível para uma sociedade atingir um balanço entre a opulência "high tech" e a sustentabilidade ecológica sem desfazer grandes sessões da população trabalhadora ou empregando um esquema social engenhoso e autoritário.

A alta tecnologia que permite a interligação entre a sociedade de massas não passa de uma forma de controle social e implica em exploração e divisão de classes sociais, imagine você em uma comunidade auto-sustentável, caso você queira um computador ,você não conseguirá fazer isso sozinho, precisará de toda uma base industrial e milhares de pessoas envolvidas no trabalho de pesquisas e experimentação, e quem se sujeitaria á trabalhar nas minas de extração de minerais , trabalhos insalubres, respirando metais tóxicos, nas fornalhas das siderúrgicas? isso só seria possível mediante opressão , divisão de trabalho e classes sociais, ou seja , alta-tecnologia só existe em sociedade de massas, civilização. Hoje não se usa mais chicotes e ferro quente para obrigar as pessoas à fazerem o trabalho pesado,agora isso é feito sob poder econômico.

A complexidade estrutural e hierárquica da civilização deve ser negada, juntamente com o imperialismo político e ecológico(eco-consumismo) que se propaga pelo mundo.

Hoje não é possível para 7 bilhões de habitantes do planeta sobreviverem como coletores-caçadores, mas é possível para aqueles que não podem, cultivar a própria comida em lugares menores (comparado ao tamanho dos campos de monocultivo envenenados e esgotados das fazendas de agronegócio de hoje), como tem sido demonstrado através da permacultura e agroflorestas em locais que permitem o crescimento de frutíferas e árvores de porte maior.

Não é preciso também voltar ao estilo de vida da época das cavernas, tecnologias e ferramentas simples que podem ser fabricadas sem muita especialização e importação de recursos podem facilitar nossa vida e trazer conforto, como as técnicas de bio-construção utilizando matéria prima local, bombeamento de água utilizando energia eólica, aquecimento de água com painel solar, etc..

Aparatos gerências e instituições de controle social são necessários para administrar a produção e troca de produtos em uma economia baseada na divisão de trabalho, mas não são necessários quando indivíduos e comunidades pequenas tem controle sobre o que produzem. O papel da hierarquia e do regimento só desaparecerá quando as pessoas novamente começarem a cuidar de suas necessidades diretamente através de uma relação imediata com a terra.

A paisagem viva só será preservada e restaurada ao seu estado natural quando as ferramentas de produção em massa não mais operarem.

A liberdade e paz só reinarão quando as pessoas reaprenderem a como sobreviver independentemente do câncer que é a civilização industrial, e por fim destruí-la.

Em resumo: Só existe Civilização se houver sociedade de massas (Massificaçao de costumes, gostos, alimentação, idéias, opressão, violência, divisão de classes ,um esquema engenhoso de controle social) , e querer , lutar por uma civilização que tenha prosperidade, paz, abundância e igualidade social é uma Utopia que nunca será alcançada, já que é um problema funcional .

Só uma vida baseada em comunidades auto-suficientes e auto-gestionadas, não dependentes de importação de recursos, pode alcançar a Paz e ter abundância, felicidade e saúde.

0 comentários :

Blogger Template by Clairvo