segunda-feira, agosto 29, 2011

A Aceitação da Pedofilia está Sendo Incutida na Mente das Pessoas Incautas

Notícia: Modelo de 10 anos que posou para a revista Vogue provoca polêmica


A francesa Thylane Lena-Rose Blondeau faz o que muitas crianças de 10 anos fazem: pinta os lábios, usa salto alto e faz pose para fotos. A única (e grande) diferença, é que Blondeau faz isso profissionalmente, motivo suficiente para provocar a maior polêmica entre ativistas. Eles afirmam que a modelo é jovem demais para ser exibida dessa forma e que o apelo sensual é algo absurdo.

Para quem não sabe, Blondeau já apareceu em inúmeras campanhas e sua imagem é explorada por toda a internet. A pequena modelo até apareceu na capa da Vogue Enfants.

"Temos sérias preocupações sobre as agências de modelos que representam Blondeau, que claramente não sabem se representam uma criança ou um adulto", declarou uma porta-voz da União das Mães ao Daily Mail.



A discussão vai além de achar certo ou errado. Alguns especialistas advertem sobre os danos psicológicos causados às crianças que são tratadas desta forma.

"Estas fotos expõem uma criança a um mundo que ela ainda não está equipada para lidar. Se as crianças estão se desenvolvendo de maneira feliz, fundamentada e equilibrada psicologicamente, a infância precisa ser gasta de forma adequada para as exigências do mundo adulto", disse a Dra. Emma Gray, psicóloga.


Apesar de toda preocupação, a pequena modelo acumula admiradores por todo o mundo. Na sua página no Facebook, ela totaliza mais de 700 fãs – pessoas que postam comentários celebrando sua aparência e incentivando-a.


Nota: Caro internauta, o que vemos neste fato é a concretização de mais um sonho  da NOM. Porque? Talvez você não conheça o modo de imposição de regras comportamentais deles, portanto vou expor abaixo:

 O Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento

Etapa 1. Alguma prática tão ofensiva que nem deveria ser discutida em público é defendida por um especialista respeitável em um foro respeitável.
Etapa 2. A princípio, o público fica chocado, depois indignado. 
Etapa 3. O simples fato de tal coisa ter sido debatida em público tornar-se o assunto do debate.
Etapa 4. No processo, a repetição prolongada do assunto chocante em discussão gradualmente anula seu efeito.
Etapa 5. As pessoas não estão mais chocadas pelo assunto.
Etapa 6. Não mais indignadas, as pessoas começam a argumentar e pedir posições de moderação dos extremos; ou, aceitam a premissa, propondo os modos de alcançá-la.

Vamos usar um caso passado como exemplo. No debate sobre o aborto antes do caso Roe x Wade, os defensores do aborto queriam que ele fosse irrestrito para todos, em qualquer estágio da gravidez e por qualquer razão. Os defensores do status quo queriam que o aborto continuasse criminalizado para todos, em qualquer estágio da gravidez, por qualquer razão.

Após anos de debate, alguém brilhantemente propôs uma contemporização "razoável"; foi proposto que o aborto fosse permitido sob condições muito rígidas e limitadas, isto é, seria legal apenas para proteger a vida da mãe, ou em casos de incesto ou de estupro. Os defensores do status quo ingenuamente acreditaram que tinham obtido uma vitória moral, pois acreditavam que a contemporização tinha evitado um uso muito mais amplo do aborto.

Entretanto, os defensores do aborto radical estavam jubilosos, porque sabiam que tinham acabado de forçar a porta apenas um pouquinho; sabiam que o tempo estava do seu lado agora, e seria apenas uma questão de tempo para poderem escancarar a porta, permitindo o aborto irrestrito sempre que desejado pela mulher.

Logo após a maioria dos estados terem adotado essa "contemporização rígida" sobre o aborto, a Suprema Corte dos EUA escancarou a porta com sua infame decisão no caso Roe x Wade. Desde então, os defensores do aborto têm mantido a pressão ao ponto em que alguns bebês nascidos vivos são mortos por um "médico" que perfura a parte de trás da cabeça do bebê com uma tesoura para poder vender o tecido do cérebro no mercado aberto! Esse procedimento é chamado de "Aborto no Nascimento Parcial" e é juridicamente legal no país.

Neste caso, a contemporização virá e um grande número de pessoas a aceitará ano após ano.

As Etapas 1 e 2 estão ocorrendo atualmente com essa questão da sexualização das pré-adolescentes.

A sensualidade, da vaidade, luxúria e da lascívia, comum aos adultos, aos poucos está sendo induzidas para as crianças, que começam a imitar não somente a aparência dos ícones do mundo fashion, com suas maquiagens horríveis, suas roupas provocantes, suas imagens de objeto do desejo e do consumo, mas também as atitudes: sem limites de exposição das vergonhas, iniciação às drogas e ao sexo, a busca da fama e do prazer a qualquer custo. Não é de se estranhar que cada vez mais surgem os pedófilos. A mídia e a moda estão dando sua colaboração. Mais uma prova de que a agenda da Nova Era está a sendo cumprida à risca.

3 comentários :

  1. Excelente chamado à responsabilidade! A sociedade está sim colaborando com o surgimento dos pedófilos. Confesso que nunca havia pensado nisso e a reflexão a partir de sua reportagem me levou a compreensão disso.
    Há coisas que não são passíveis de negociação...a erotização infantil é uma delas.

    ResponderExcluir
  2. Concordo Marcela. Os gananciosos dos diversos setores querem um lucro a qualquer custo, ainda que para isto tenham que levar o mundo, incluindo nossas crianças, à mesma condição de sodoma.

    ResponderExcluir
  3. aiaiai....se o messias não volta logo nem ele vai reconhecer o planeta de tão imundo e sujo que ele ta se tornando... e eu tenho a missão de criar a minha filha de 8 anos nesse planeta.....YAOHUSHUA EZRIIII ME TIRA DAQUI!!!!!!

    ResponderExcluir

Blogger Template by Clairvo