domingo, agosto 21, 2011

Bancos falindo nos EUA enquanto outros se Desvalorizam na Zona do Euro

Os Estados Unidos registram quebra de 3 bancos; número de instituições fechadas chega a 68. As autoridades reguladoras americanas fecharam nesta quinta-feira três bancos na Flórida, Geórgia e Illinois, o que fez chegar a 68 o número de entidades bancárias declaradas em falência neste ano.

A Corporação Federal de Seguros de Depósitos (FDIC, na sigla em inglês) interveio nesta sexta-feira no Lydian Private Bank, com sede em Palm Beach, Flórida, que tinha US$ 1,7 bilhão em ativos e US$ 1,24 bilhão em depósitos, informou em comunicado.

Também foram fechadas outras duas instituições menores: First Southern National Bank, de Statesboro (Geórgia), com US$ 164,6 milhões em ativos e US$ 159,7 milhões em depósitos, e o First Choice Bank, em Geneva, (Illinois), que possuía US$ 141 milhões em ativos e US$ 137,2 milhões em depósitos.

Segundo o canal MSNBC, em 2008, ano no qual a crise financeira atingiu de fato os Estados Unidos, foi decretada a falência de 25 bancos, frente aos três do ano anterior.

O ritmo de fechamentos diminuiu em 2011, segundo indicou a emissora, mas no ano anterior havia sido declarada a falência de 118 bancos. Entre 2008 e 2010, as quebras bancárias tiveram um custo de US$ 76,8 milhões à FDIC.

Na Europa tivemos a recente queda dos preços das ações de bancos como o espanhol Santander, o francês BNP Paribas, o alemão Deutsche Bank e o italiano Unicredit, o índice perdeu um terço de seu valor desde o início de julho, afetado pelos temores de que os bancos teriam perdido bilhões de dólares por seus investimentos em bônus de países da zona do euro e pelo fracasso dos políticos em tentar frear a crise da dívida na Europa.

Nesta sexta-feira, 19, o índice de bancos da zona do euro DJ Stoxx caía cerca de 4%, o que dava a seus 32 integrantes o valor de US$ 340 bilhões. A cifra se baseia na capitalização das ações em circulação no mercado.

Golpeados pela crise das hipotecas subprimes e pela exposição à dívida soberana de países com dificuldades de solvência, os bancos da zona do euro já perderam 75% de seu valor desde maio de 2007.

0 comentários :

Blogger Template by Clairvo