quarta-feira, julho 06, 2011

Brinquedos Encantados

As crianças estão protegidas em uma loja de brinquedos, certo? Errado!

Em 1986, quando comecei a investigar o Movimento de Nova Era e a feitiçaria, fiquei horrorizado ao observar que os brinquedos estavam trazendo muita feitiçaria. Naquele tempo, eu era comprador de brinquedos para meninos em uma cadeia de lojas chamada "Children's Palace" (modelada com base na rede Toys-R-Us) e vi que alguns dos brinquedos mais conhecidos e procurados que eu estava comprando e vendendo às dezenas de milhares eram baseados em feitiçaria real.

Exemplos desse tipo de brinquedos baseados no ocultismo eram "Mestres do Universo", "Meu Pequeno Pônei" (unicórnios), "Smurfs" e "A Caverna do Dragão" (Dungeons and Dragons), para citar apenas alguns.

Por que os Illuminati estariam tão interessados em poluir as mentes e os corações das nossas crianças? Os planejadores da Nova Ordem Mundial visaram intencionalmente nossas preciosas crianças com o objetivo declarado de modificar o sistema de valores delas. Afinal, as crianças de hoje serão os pais, professores e líderes do país amanhã. Se as mentes jovens forem capturadas por Satanás hoje, a nação pertencerá a ele amanhã.

Essa possibilidade aterrorizadora traz à mente as severas advertências do Salvador que qualquer um que fizer os pequeninos perder a fé Nele sofrerá eterna punição (Lucas 17:2). Em nossos seminários, disponíveis em fita cassete, mostramos que esse condicionamento está ocorrendo agora em muitas áreas de nossa sociedade, de modo que ninguém pode estar totalmente isolado e protegido dele. Entretanto, hoje trataremos do assunto dos brinquedos e das propagandas na televisão para ver como nossas crianças estão sendo programadas para aceitarem os valores da Nova Ordem Internacional.

As lojas de brinquedos avançaram tanto na implantação de valores e atitudes da feitiçaria nas mentes de nossas crianças que entrei em uma loja da Toys-R-Us alguns meses atrás para ver um livro real sobre feitiçaria elementar que estava no mostruário com diversos outros títulos! Fiquei horrorizado ao folhear o livro.(abaixo)

Antes de continuar, vamos examinar as porções centrais da capa frontal desse livro referido, Wizardology: The Book of the Secrets of Merlin. Os seguintes elementos da feitiçaria estão presentes na capa:

1) Bola de Cristal — No centro. Em todo o livro, existem referências sobre como as bolas de cristal são usadas de diversas formas.

2) Três cristais em volta do globo — Esses cristais estão colocados de tal forma que linhas retas traçadas por eles formam a figura geométrica mágica do triângulo. No mundo do ocultismo, um triângulo é visto como um objeto espiritual, pois representa a Trindade Pagã, isto é, Satanás, o Anticristo e o Falso Profeta.

3) Os quatro elementos materiais — estão representados por animais, dos quais os três últimos são "mágicos": a) águia; b) unicórnio; c) dragão; d) ave Fênix.

4) Em volta da parte exterior do globo estão numerosos símbolos ocultistas, incluindo os Signos do Zodíaco.

*Espíritos Familiares
Agora, vamos abrir o livro para descobrir os horrores que ele contém. Lembre-se que esse livro ensina feitiçaria elementar, destinada a estimular a mente imatura dos seus filhos, para que eles se tornem interessados em feitiçaria e busquem princípios e práticas mais avançadas do mundo ocultista à medida que se tornarem mais velhos. Reportaremos sobre o material que está sendo ensinado nesse livro referido tópico por tópico.

O livro ensina às crianças que elas precisam ter um espírito familiar — e realmente usa esse nome! Alguns exemplos — observe que as páginas desse livro não estão numeradas.

"Para chamar meu Harpier familiar, estenda e agite seus braços, pie três vezes como uma coruja, e pense em ratos silvestres". — Abaixo dessa frase, um mago com aparência de sábio está retratado em estado de contemplação, com barba e bigodes brancos bem longos. O animal com espírito familiar dele, uma coruja, está pousado sobre seu cotovelo.

"Se você fosse o tipo comum de aprendiz, teria gasto praticamente todo o seu tempo aqui: sendo punido por sua tolice, castigado por sua preguiça, lavando os mantos, mexendo a concha no caldeirão, preparando poções, pesquisando os encantamentos, cuidando dos animais com espíritos familiares e polindo as varinhas de condão."

No capítulo VI, intitulado "A Wizard's Loyal Familiars", aparece esta frase: "Há um grande benefício para todo mago em manter seu peixe, pássaro, ou outra criatura como um animal com espírito familiar, ou assistente. Não há um modo melhor para um mago aprender sobre os mundos naturais da terra, ar e mar."

Os feiticeiros acreditam que os espíritos familiares habitam em certas criaturas da terra, que então ajudam na operação das magias.

Cachorros — "Os cachorros são guardas fiéis e encontram os objetos perdidos por meio de seu sentido mágico do olfato."

Gatos — "Com sua excelente visão noturna e natureza independente, os gatos podem visitar muitos lugares sem serem notados."

Rãs — "Infiltradoras sagazes dos pântanos e charcos, as rãs são pequenas o suficiente para você poder carregar."

Peixe — "Um espírito familiar em peixe, seja do mar ou da água doce, pode ser útil para fazer descobertas aquáticas.

Corujas — "Estas aves predadoras noturnas são muito inteligentes e enxergam bem sem precisarem se aproximar."

Porco-Espinho — Nenhuma descrição é dada. Os porcos-espinhos são meramente retratados com a coruja e o gato em uma figura, abaixo da qual estão as palavras: "Meus espíritos familiares".

O principal benefício de ter um animal com espírito familiar é que ele pode facilmente ver os espíritos, como fadas, elfos, e gnomos, que se escondem dos tolos humanos. Mas antes que você considere obter um animal com espírito familiar próprio, precisa aprender a cuidar dele e a treiná-lo corretamente.

Neste ponto da página, existe a figura de um menino deitado em uma campina, olhando fixamente para uma rã que está descansando sobre o toco de uma árvore. Abaixo da figura há o título "Finding a Familiar" (Encontrando um Animal com Espírito Familiar)

Quando você encontrar uma criatura que deseje como seu animal com espírito familiar, precisa primeiro pedir permissão, passando sua mão sobre ela e dizendo em voz bem alta:
"Pela Lua que brilha à noite e pelo Sol tão brilhante,
Peço uma vez, peço duas vezes, porém mais do que isto não seria bom
Com um balanço do rabo, coaxando ou miando, peço que me diga agora o que fará.
Você será meu animal com espírito familiar? Responda para mim!"

Neste ponto, a criança é instruída a escolher um novo "nome mágico" a dar ao seu animal com espírito familiar, passar sua mão sobre ele novamente cinco vezes, dizendo em alta voz:
Agora eu lhe dou um novo nome, secreto como uma chama oculta.
É um segredo e ninguém saberá — somente nós dois: você e eu.
Com minha mão faço o encantamento. Seu novo nome a ninguém revelarei.
O nome é: __________________!

"Aqui, fale bem alto o nome. A criatura tornou-se agora seu animal com espírito familiar. Este é um relacionamento muito importante e, de agora em diante, você precisa fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar e tratar do animal, se ele algum dia precisar de sua ajuda."

Acredito que o ato de dar a um espírito familiar um nome especial que somente a pessoa e o espírito conheçam é similar ao que o Messias prometeu aos Seus seguidores leais:

"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe." [Apocalipse 2:17].

Nos livros da série Harry Potter, os espíritos familiares estão espalhados em cada um dos volumes. Nesses livros, os tipos mais comuns de animais que eram espíritos familiares são corujas, gatos e "criaturas mágicas".

A Bíblia é bem clara que quem serve ao Criador não deve ter nada que ver com espíritos familiares e também não deve procurar aqueles que têm esses espíritos.

"Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles. Eu sou o SENHOR vosso Pai." [Levítico 19:31].

Observe que Yaohu considera qualquer pessoa que tenha um espírito familiar e que procura magos que tenham espíritos familiares como "contaminados"! Como a Palavra do Senhor nunca muda, sabemos que aquilo que o deixou irado 4.000 anos atrás ainda o deixa irado hoje. Ele é ainda mais claro nas seguintes Escrituras:

"Quando entrares na terra que o SENHOR teu Pai te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações. Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Pai os lança fora de diante de ti."[Deuteronômio 18:9-12].

"Quando, pois, algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação, certamente morrerá; serão apedrejados; o seu sangue será sobre eles." [Levítico 20:27].

No último verso, Yaohu decreta a pena de morte por apedrejamento para qualquer pessoa que tenha um espírito familiar! Em outras palavras, Ele ordenou que o governo de Israel executasse as pessoas que tivessem espíritos familiares. Portanto, é muito grave quando um livro como esse incentiva as crianças a procurarem espíritos familiares e a se habituarem com eles. E, quando você percebe que esse livro foi especificamente escrito para as crianças e está sendo vendido em lojas de brinquedos, como a rede Toys-R-Us, precisa entender o quanto o Criador está irado com a nossa nação.

Um autor de Nova Era escreveu que o Cristo da Nova Era somente poderá aparecer quando uma proporção substancial da população estiver pré-condicionada a aceitar seus valores e suas atitudes. Esse livro, vendido nas lojas de brinquedos, certamente tem o objetivo de pré-condicionar as crianças a aceitarem o sistema de valores do Anticristo. Seria essa a razão por que os livros de Harry Potter tiveram um sucesso de vendas tão grande?

O nosso Criador Yaohu adverte enfaticamente contra os espíritos familiares nos seguintes versos: Levítico 20:6; 1 Samuel 28:3,7-9; 2 Reis 21:6 e 23:24; 1 Crônicas 10:13; 2 Crônicas 33:6; Isaías 8:19, 19:3 e 29:4.

* Espíritos Malignos:
Como o "Livro de Merlin" é um livro de Magia Branca — que ensina as crianças a usarem os poderes do ocultismo somente para o "bem da humanidade" — ele adverte acerca dos espíritos malignos e, no processo, revela certa verdade conhecida somente por aqueles que estudam a feitiçaria. Vamos primeiro examinar o conselho de somente usar os poderes do satanismo para o bem.

"Embora possa ser útil ter sangue misto fada/humano, como eu tenho, qualquer pessoa pode se tornar um mago. Tudo o que é necessário é um comprometimento com estas regras simples: viver como um ermitão, trabalhar arduamente e abrir mão de todos os prazeres terreais de modo a contribuir para o bem da natureza e da humanidade. Como mestres do conhecimento secreto das fadas, elfos e de uma infinidade de outros espíritos invisíveis à vista humana, o mago ocupa uma posição de poder que precisa ser usada somente para o bem."

Agora, vamos analisar os conselhos sobre os espíritos maus e sobre o quanto de perigo eles representam para os "bruxos do bem":

"Um mago trabalha com a assistência de fadas, elfos e outros espíritos bons. Ele precisa se acautelar de fazer qualquer trato com os diabinhos ou espíritos maus. Esses seres desviados se deliciam mais com o caminho das maldades do que simplesmente em fazer o leite coalhar, assustar as galinhas ou deixar a manteiga ficar rançosa."

Observe que, ao fazer essas advertências, o autor de "O Livro de Merlin" valida a existência dos espíritos maus e do poder malevolente que eles têm.

* Instrumento do Mago:
"A Varinha — ... a varinha é um instrumento de precisão. Ela precisa ser construída com cuidado usando o tipo de madeira associado com o encantamento a ser realizado e também pode requerer a adição de uma pedra preciosa, uma pena de pássaro, ou outro elemento... Os gestos com as mãos, com a varinha ou com um bastão servem para enfocar a força mágica."

Esta última frase está totalmente correta. Um feiticeiro ou mago usa a varinha exatamente para esse propósito, isto é, para enfocar a força ocultista do modo como o ritual específico estipula.

Em resumo, esse livro é muito perigoso por que é voltado para as crianças e tem o objetivo de remover qualquer objeção à prática do ocultismo fazendo-o parecer inocente e divertido. Além disso, o fato de poder ser comprado nas lojas de brinquedos faz esse livro e seu conteúdo infernal parecerem totalmente inocentes. Este é o problema. Satanás compreende o princípio que aquilo que uma geração tolera, a próxima adota como norma.

Há trinta anos que todo o mundo ocidental está caminhando em direção à prática séria da feitiçaria, desde que a música Rock se transformou em Heavy Metal. Agora, estamos vendo um dos resultados finais, ou seja, um livro sobre feitiçaria real voltado especificamente para as crianças.

Verdadeiramente, estamos caminhando para o fim dos tempos, quando o maior praticante de feitiçaria que o mundo já viu aparecerá no cenário internacional — o Anticristo. Livros como esse estão preparando o caminho para ele. Fonte: A Espada do Espírito.

0 comentários :

Blogger Template by Clairvo